in , ,

Cozinhar com cerveja é vida!

Grande variedade de estilos e versatilidade garante posto de boa companhia para comida e um trunfo para a execução de receitas

Harmonizar cerveja com comida é uma delícia, o céu é o limite quando fazemos as combinações perfeitamente equilibradas! Mas, já testou receita elaborada com cerveja?

Não é novidade que a cerveja pode ser ótima aliada de quem curte cozinhar. Seu papel vai muito além da marinada do frango assado. Há culinárias, como a belga e inglesa, que usam a bebida como um trunfo e garantem um toque especial para o prato, intensificando o sabor graças a doçura do malte e o amargor do lúpulo em fusão com a receita. De pães, geleias, carnes às adoradas sobremesas.

 Mas veja bem, cozinha não é bagunça! Se usada da maneira não adequada, ela pode não funcionar tão bem e te deixar chateada (o) com o resultado.

Por isso, listei algumas dicas marotas que ajudam a nortear a escolha de receitas com cerveja. De quebra, ao final, escolhi dois preparos delícia que retirei do livro Cerveja e Gastronomia, de Mark Dredge.

  1. Curta o amargor– ele faz parte da cerveja, é preciso lidar com ele e apostar no dulçor de outros ingredientes para promover um equilíbrio. Sal, açúcar ou a acidez/citricidade podem ser elementos favoráveis na busca pelo realce do conjunto final do seu preparo.
  2. Não ferva a cerveja– colocar a bebida em panelas quentes e secas, para fazer um molho, por exemplo, faz com que todo o aroma se dissipe e sobre apenas o amargor. Sugestão: coloque um pouco de caldo e depois adicione a cerveja, ainda assim, evite ferve-la e fogo alto.
  3. Use-a com parcimônia – cozinha é uma atividade empírica, é preciso testar pois não dá para ter certeza qual dos atributos da cerveja serão melhorados ou perdidos no preparo de um prato. Para evitar que seus sabores delicados se percam, inclua a bebida ao final do preparo ou aposte nos molhos.
  4. Aposte no cozimento lento – algumas horas de cozimento ajudam a amenizar o amargor da cerveja, mas é sempre necessário acrescentar algum tipo de caldo junto. Um truque bacana: reserve 50 ml da cerveja escolhida e adicione um pouco antes de servir, isso vai reavivar o sabor.
  5. Cerveja é parceira das salmouras e marinadas – ótimo método para descobrir quais características o estilo escolhido vai trazer para a receita.  
  6. Combine os sabores– escolha ingredientes com sabores semelhantes ao da cerveja escolhida, por exemplo, cítrico com IPA, sabores assados com Stout e especiarias com a complexas cervejas belgas
  7. Cozinhe e harmonize separadamente– nem sempre o rótulo usado para o preparo é a escolha ideal para harmonizar
  8. Bolo é parceiro da breja– tente frutas secas com Dubbel, banana com Hefeweizen, cacau com Stout
  9. Molhos e condimentos incorporam a cerveja muito bem, obrigada!
  10. Leve em conta os ingredientes básicos da cerveja
  11. Tire a pressão e aqueça a cerveja– para neutralizar a carbonatação (que não tem utilidade no preparo de receitas), coloque a cerveja em uma jarra e mexa por alguns minutos. Para cozinhar, normalmente, a cerveja deve estar em temperatura ambiente.
  12. Lide com o excesso de cerveja–  as medidas para receitas é sempre entre 330-355ml, mas nem sempre a cerveja escolhida está disponível em recipientes deste tamanho, Reserve o restante e desfrute bebendo!
  13.   Sutileza é a alma do negócio

 14-Divirta-se, desfrute os testes de receitas com cerveja!

Pizza de Cerveja

Os melhores estilos de cerveja, neste caso, são Amber Lager, Oktoberfest, Vienna Lager ou Hefeweizen. Se quiser ainda mais sabor de cerveja em sua pizza, a dica é fazer o molho de tomate básico com Rauchbier ou Sweet Stout, ou  ainda, refogar a cebola que vai na cobertura da sua redonda em alho, alecrim, açúcar e Pale Ale.

Ingredientes:

7 g de fermento biológico seco instantâneo

1 colher de sopa de açúcar

25 ml de azeite

150 ml (2/3 de xic. de chá) de cerveja em temperatura ambiente

180 ml (3/4 de xic. de chá) de água quente

500 g (4 xíc. de chá) de farinha de trigo “00” ou outra especial para massas

1 colher (chá) de sal

Modo de preparo:

  1. Misture a levedura, o açúcar, o azeite, a cerveja e a água em uma jarra e reserve por alguns minutos
  2. Sobre uma superfície limpa, peneire a farinha e o sal, formando um monte, e faça uma cova no meio. Despejo os ingredientes líquidos pouco a pouco na cova e misture a farinha com o líquido usando um garfo. Continue misturando até ser possível trabalhar a massa com as mãos.
  3. Sove a massa até ficar macia e elástica. Coloque-a numa tigela grande enfarinhada e cubra com um pano de prato. Reserve e deixe descansar em local quentinho por uma hora até ela dobrar de tamanho.
  4. Pré-aqueça o forno na temperatura mais alta (cerca de 240°C), de preferência com uma pedra de pizza dentro dele.
  5. Trabalhe a massa em uma superfície enfarinhada, empurrando, puxando e sovando para retirar o ar. Divida a massa em pequenas bolas e abra as pizzas até 0,5 cm de espessura.
  6. Espelhe sobre os discos suas coberturas favoritas e leve ao forno – as pizzas vão assarem 8-10 minutos.

Rendimento: 4 a 6 unidades

Coq à La Duvel Doo

 Ingredientes:

8-10 sobrecoxas de frango sem pele

30-45 ml de azeite

1 cebola grande bem picada

1 alho-poró grande cortado em rodelas

2 talos de aipo picados finamente

4 dentes de alho bem picados

1 colher (sopa) de curry em pó

1 colher (chá) de coentro em pó

½ colher (chá) de sementes de erva doce

350 ml (1 ½ de chá) de caldo quente de galinha

1 garrafa de Duvel

2 folhas de louro

4 raminhos de tomilho-limão

1 colher (sopa) de mel

200 g de creme de leite fresco

Sal e pimenta-do-reino moída na hora

Modo de Preparo:         

  1. Preaqueça o forno a 180°C
  2. Leve ao fogo uma caçarola que também possa ir ao forno e doure as sobrecoxas em mais ou menos 15 ml de azeite. Retire-as da caçarola e reserve.
  3. Na mesma caçarola, refogue a cebola, o alho-poró e o aipo no azeite restante por 5 minutos, em fogo médio-baixo. Acrescente o alho, o curry em pó, o coentro e as sementes de erva-doçe; mexa por mais 1 minuto.
  4. Recoloque as sobrecoxas na caçarola e adicione o caldo e a cerveja, seguidos pelas folhas de louro, o tomilho-limão e o mel; tempere (sal e pimenta-do-reino).
  5. Deixe ferver em fogo baixo, tampe a caçarola e coloque no forno por 1 hora, mexa na metade do tempo de cozimento (30 minutos). Para engrossar o molho, destampe a panela nos 10/15 minutos finais. Acrescente o creme de leite na hora de servir.
  6. Sirva o prato com arroz ou batatas rústicas. Fica ótimo com Belgian Blonde ou Witbier.

Rendimento: 4 porções

Written by Mariana Buck

Comments

Deixe o seu comentário

Loading…

0